terça-feira, 31 de julho de 2012

Caixas alternativas para abelhas - sem - ferrão



Sempre procuramos uma caixa eficiente e de custo acessível. Vários meliponicultores estão pesquisando alternativas econômicas e duradouras para substituir a madeira, sem deixar de oferecer conforto e segurança para as abelhas.

Barro, cimento convencional, cimento aerado, polietileno, isopor estão sendo testados.Até peças de eletrônicos, sobras de diferente materiais ou conjunto de materiais podem ser incluídos na construção de caixas quando misturados ao cimento. 

Vamos aqui falar três experiências distintas vindas de diferentes regiões:

A primeira, vem de Pilar do Sul - São Paulo. O meliponicultor Nilton Brisola buscou construir uma caixa com a máxima redução custo e reaproveitando materiais. Utilizando baldes de gordura vegetal como fôrma, mais cimento e vermiculita ele construiu colmeias. 

Para tanto, bastou cortar o balde cônico,utilizando a parte de cima, mais larga para servir como a parte externa da forma  e a parte inferior, mais estreita, como a parte interna. Pode-se também usar baldes distintos com diferentes larguras dependendo da espessura que se deseje para as paredes das colmeias.

A parte interna ele corta com 14 cm e parte externa com 12 cm. Depois de colocar a parte interna sobre um pedaço de papel, basta depositar uma camada de  2 cm de cimento sobre este papel para fazer o fundo, em seguida coloca a parte externa e enche o meio o meio de cimento para fazer a parede. Segundo ele, com boa vontade e criatividade  logo se chega  ao objetivo.


  





Uma outra maneira de se construir caixas alternativas às de madeira, vem sido utilizada por Valdemar Schmidt em Santa Catarina. Ele utiliza uma mistura de 3 partes de isopor em grãos para uma parte de cimento comum  mais um pouco de água e mexe até formar uma massa dura que servirá de enchimento das formas que faz de madeira. Depois de seco passa uma nata de cimento para dar mais resistência

Para uma melhor aceitação por parte das abelhas, imagino que deva ser interessante também, um banho com cera de ápis derretida ou também aplicação de verniz ecológico preparado com o geoprópolis das abelhas nativas.








Já em Raposos -  Minas Gerais - José Geraldo Araujo, a exemplo do Eurico Novy (no topo deste blog há um botão para a pagina caixa novy),  adotou o cimento aerado que é o resultado da mistura de cimento, água com um aditivo como o ESPUMOGEN. Estes elementos são agitados em betoneira ou mesmo improvisando com uma máquina de furar até se criar uma espuma que depois de depositados nas formas. O resultado é um material muito leve e que isola muito bem o calor e os ruídos.

José Geraldo optou por simplificar as caixas já que as novy são multo complexas, segundo palavras do José Geraldo, quase que obras de arte.

Ele utiliza tubos de PVC de diferentes tamanhos como formas, conforme o tamanho da caixa que deseja fazer para as mais diferentes espécies de abelhas. Como fundo do sobre ninho e melgueira utiliza acrílicos destes dos boxes de banheiros.




Mostramos aqui um pouco do que se tem feito pelo Brasil afora. Mas muito mais ações estão acontecendo.
É possível misturar as idéias e desenvolver diferentes experiências a partir do que já foi feito. Mas nunca se esqueça que mais importante são as abelhas. Se com determinado experiemento as colônias estiverem  enfraquecendo, troque para outra caixa e depois verifique se foi a caixa experiemental ou algum fator externo.

Caso você esteja tenha desenvolvido algum projeto no gênero, e a exemplo dos meliponicultores citados quiser optar por compartilhar, o Meliponario Capixaba faz questão de  mostrar. Entre em contato.

3 comentários:

  1. nossa que criatividade, desse povo heim,,
    parabens a todos esses inventores, voces merecem, até deu pra roubar umas idéias........... kkkk

    ResponderExcluir
  2. Oi.
    estive pensando nisso esta semana e me indicaram teu blog, só fico imaginando no inverno se o cimento não é muito gelado?!

    ResponderExcluir
  3. Alan, essa massa tem entre 12,5 a 25% cimento apenas o retos é tudo isopor, é um belo isolante térmico, protege tanto to calor quanto do frio. Ai tem de 75% a 87% de isopor o cimento é a menor parte.

    ResponderExcluir