quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Projeto Meliponarios Urbanos: Meliponicultura e Responsabilidade Social

Eis aí uma bela iniciativa que surgiu na região metropolitana de Salvador - BA: Um grupo inicial de 12 meliponicultores se organizou em uma associação devidamente registrada para promover ações de responsabilidade social e ambiental, ao mesmo tempo em que divulga a criação de abelhas nativas.

O Projeto Meliponarios Urbanos reúne profissionais de diferentes atividades sendo que um deles vive exclusivamente da criação de abelhas nativas do Brasil. Como se trata de meliponicultores é evidente que existe a intenção em divulgar a meliponicultura embora os trabalhos não se resumam nisto, uma vez que eles estão se unindo com outras entidades para desenvolver diferentes ações em defesa do meio ambiente e desenvolvimento social.

Um exemplo destas ações é a colaboração com o Instituto Corredor Ecológico Costa dos Coqueiros (INCECC) para realizar o plantio de árvores nativas principalmente entre o Rio Joanes e o Rio Real (a Costa dos Coqueiros). Nestes reflorestamentos feitos com a comunidade o projeto vai mostrar a importância dos polinizadores e oferecer a possibilidade de treinamento para que todos possam criar as abelhas sem ferrão.

O Exército Brasileiro é outro parceiro. Por ser detentor da maior parte das áreas verdes urbanas vem recebendo atenção do grupo. Lá dão palestras de educação ambiental aos militares e instalaram um meliponario - escola para o treinamento de pessoal e pesquisas. Agora estão entrando em contato com hortos, parques e instituições que possuem áreas de matas para assim serem articuladas novas parcerias.

Apesar da denominação, hoje o Trabalho não se restringe apenas aos aglomerados urbanos já que o projeto está inserido também no sertão e em área de transição, onde se encontra tanto abelhas típicas do litoral como também da caatinga. É interessante observar ainda que nem todos os colaboradores do projeto são meliponicultores, mas pessoas de diferentes atividades que assumiram compromisso com o meio ambiente.

Graças as parcerias firmadas o projeto tem a disposição uma boa quantidade de mudas de árvores. Assim, sempre que um novo meliponario é instalado, simultaneamente são plantadas árvores, fechando-se um ciclo: enquanto as abelhas vão polinizando a área em torno dos meliponarios, as árvores plantadas vão crescendo. Então, a medida em que aumenta o número de colônias, e consequentemente de polinazadores,o pasto melipônico também se amplia.

Para saber mais, colaborar com a turma e entrar no projeto escrevam uma mensagem para o email do projeto: pomelipu@gmail.com


Postagem de João Luiz Teixeira Santos com a colaboração de Claudio Vieira Lyra, Diretor Executivo do ProMeliPolitano

5 comentários:

  1. ola , compreium rancho na cidade de Itanahem, preciso de isca pa abelha jatai , propolis e a cera de jatai, se for possivel o sr pode me enviar por sedex, grato no aguardo Helio,,

    ResponderExcluir
  2. Ao INCECC
    Sr Moliponilcutores
    Tenho objetivo de iniciar uma pequena produção de Mel de abelhas Jataí a princípio como Hoby .Resido no município de Dias D'ávila - Ba e disponho de área para instalação das caixas de procriação.
    Gostaria de saber dos senhores maiores informações quanto aquisição das caixas e colméia, como também se possível fazer uma visita nas instalações da instituição.
    No aguardo
    Atenciosamente
    José Nadir ( e-mail : jnadirdacruz15@yahoo.com.br )

    ResponderExcluir
  3. COLOQUEI ALGUMAS GARRAFAS COMO ISCA E EM POUCOS DIAS LÁ ESTAVA UM PRIMEIRO ENXAME DE JATAI PROXIMO AO MEU PORTÃO, ASSIM ESTOU COMEÇANDO A PEGAR MINHAS ABELHAS GOSTARIA DE SABER QUAL O TAMANHO QUE TEM QUE TER A CAIXA E COMO ELA DEVE SER, E DEPOIS DE QUANTO TEMPO DEVO PASSAR O ENXAME DA GARRAFA PARA CAIXA.

    ResponderExcluir
  4. Ola bom dia, joao segue link para o video da abelhas no muro....ok

    http://www.youtube.com/watch?v=oCOphBa2Ke4

    Abraços

    Julio Vitoria ES

    ResponderExcluir
  5. Parabéns. Iscas funcionam mesmo.
    Seixe ao menos dois meses na isca antes de retirar. A caixa para jataí pode ter 15 x 15 cm.
    As melgueiras podem uma altura não superior a 4 cm.

    ResponderExcluir